quinta-feira, 12 de junho de 2008

poeta sonhador .. ou pai sonhador ?

Não é hábito ... mas é de justiça, postar aqui palavras ' não minhas ', quando me encantam ! Fi-lo com o editorial de um amigo ... faço-o com um poema de um rapaz de 13 anos. Não por ser meu filho mas ... porque me deixa a sonhar :



O Poeta Sonhador

O poeta foi embora
Caramba, e agora?

O poeta voou daqui
Não disse adeus
Nem a mim
Nem a ti!

Deixou cá a poesia
Mas a alegria
Essa levou-a ele
Para um lugar bem longe

Esqueceu-se do tinteiro
Da pena e do papel
À sombra do salgueiro
Foi crescendo a escrever

Voltou, o poeta!
"Saudades", disse ele
Cá para mim
Não gostou do sonho
E voltou da meta
Para o salgueiro enfadonho

Vemos todos, passa o ano
E o poeta talvez
De novo sonhador
Foi-se embora outra vez


Estranho homem, penso eu
Com um bocejo e um suspiro
Lembro-me do velho salgueiro
E do poeta no seu retiro

Corre em mim o pensamento
Para sempre estamos sós
E a memória do tormento
Daquele homem
O poeta sonhador!
Que já não está entre nós...


por Miguel Pais em ... http://migaspais.blogspot.com/

8 comentários:

Cati disse...

Já deves estar farto de ouvir isto mas, cá vai:

Filho de peixe sabe nadar!

Grande Miguel! Eu não sei escrever assim e morro de inveja! :D

Beijinho para pai e filho*

LNeves disse...

Esse poeta é como o poeta que há dentro de cada um de nós... Vai e vem com o vento!

***MUAH***

JPN disse...

da-se! pai de peixe, peixe é! parabéns aos dois.

Blue Eyes disse...

Fantástico! Ler isto depois de ter lido aquele teu artigo jornalistico.
Foi uma delicia em dose dupla!
Parabéns aos dois!

Um abraço Red!

Ricardo

Michele disse...

Lindo demais!!! Visitei o blog dele e fiquei impressionada com o que li. Muito bom!

Carlos Lopes disse...

Grande Miguel... Grande futuro.

um abraço, janjan.

Maria João disse...

eheheh... consegui "linkar-te"! E vejo que o teu Migas continua a dar que falar:D
poeta sonhador E pai sonhador! Porque não?
Abraço!

Café com natas disse...

Muito sinceramente fiquei de boca aberta... e ainda estou.
O teu poeta sonhador atingiu uma maturidade literária que eu nem sei como a descrever.
Olha, já estive lá tantas vezes para o comentar e as palavras parecem que fogem de mim... Não só por este poema mas tb pelos outros textos.
Só me ocorre uma palavra: Amazing!
Beijinhos aos dois
:)