quinta-feira, 31 de julho de 2008

manhã de pássaro ....

Manuel, franzino ser e menino, vagueava na costumada manhã, a mesma caminhada de sempre por entre coisas e pessoas que aprendera a tomar como suas, mais chegadas, menos chegadas, sem qualquer chegada até, em vazio sentido ou fraco abraço. A vida não lhe era madrasta, não se sorria porém em momentos muitos, era coisa de não aprofundar, como se tal lhe facultasse disponibilidade para se entreter num crescimento de anatomias simples,fossem fisicas ou se quisessem emocionais. A última vez que se perguntara pelo significado de algo, dera-se mal, a resposta viera repentina em imagens de vazio, aturdindo-o em qualquer vontade de questionar outros porquês. Assim, limitava-se a seu papel de circunstância, fazendo parte do horário de vida de alguns outros, sem sequer cuidar que sentimento lhes atribuir ou dedicar. Naquela manhã no entanto, reservara-lhe o destino, coisa cujo significado se lhe resumia ao dia por ainda vir, a peripécia de lidar com cheiro desconhecido, coisa terrena e ao mesmo tempo do além, tal era de vazios composto o seu mundo de franzino e despercebido menino. Chegado à praia, à de sempre, sua e de mais ninguém em manhãs de chuva de inverno, sentou-se descalço e fechou os olhos, sentindo nas frias e pesadas gotas o abraço da fúria de mundo que o não ignorava, antes lhe entrava pela alma e lhe sacudia seu fundo bem fundo, onde acreditava poder um dia ressuscitar. Saído da letargia de paisagem de solidão onde pertencia, abriu os olhos e tremeu perante a imagem de passarinho ali perdido e deslocado, destemido que até sua mão voou, amigo único que suas lágrimas sentiu, seu coração virgem invadiu sem medos ou cerimónias:
- Ficas comigo ?
Que sim, respondeu, que ficava, com ele e aquele bocado com cheiro de coisa desconhecida, poder mágico de fazer correr água e apertar um pouco de vida que de franzina se tornara em pedaço ao Homem inalcançável, assim vôo levantaram, o pássaro seu amigo e a esperança, de que pássaro se fizesse, tudo em si daria, a vida trocaria por aquele bocado apenas, nem sonhado ou a medo desejado, de ser livre sendo ninguém !

18 comentários:

Vitor disse...

Com o devido respeito...passei por aqui, li e gostei ;-)!

Anônimo disse...

" Cada um de nós é, no fundo, uma ideia ilimitada da liberdade."
Fernão Capelo Gaivota

Isis, a Deusa Alada

Anônimo disse...

"Dentro da alma, lá bem no centro, pousado numa pata, está um passaro... o passaro da alma... ele sente tudo o que nós sentimos... Quando alguem nos abraça, o passaro da alma, que mora bem lá no fundo...começa a crescer a crescer...
O passaro da alma é feito de gavetas e mais gavetas... cada uma delas tem uma chave que só ele consegue abrir. Como? Com a segunda pata... roda a chave...puxa pelo puxador... e o que está dentro dela sai em liberdade... Em certas manhas abre a gaveta da alegria e a alegria jorra para dentro do corpo...
H� quem o ouça muitas vezes, há quem o ouça raras vezes...
...vale a pena... talvez tarde pela noite, quando o silencio nos rodeia, escutar o passaro da alma que mora dentro de nós, lá bem no fundo..."
O Pássaro da Alma

Isis

Maria Manuela disse...

É bom ter quem fique quando mais precisamos...
bj

Anônimo disse...

Já alguma vez viu os contemporâneos? …aquele programa de humor!
É o que me faz lembrar…você quer é aparecer, sem que a qualidade seja muita, e que justifique tanto alarido à sua volta…manipula bem os fãs, e estes dão-lhe o apoio necessário para se manter na ribalta…mas sinceramente,dedique-se a outro tipo de actevidade,porque este está estafado.

redjan disse...

vitor: glad u did..

anónimo 1: boa assintaura essa..

m&m: welcome back here !!


anónimo 2:
Vejo pouca TV e não incluo certamente esse programa no tempo que ali gasto..
Quanto a querer aparecer ... well ... todos podemos aparecer seja lá o que isso for ... o que no teu caso me parece ser importante para ti ..
A qualidade nem é muita nem pouca ... é o que ali está e nada mais !
Manipular os fãs ? Que fãs raio ? Ribalta, moi ? Mas em que raio de mundinho vives tu ?
Presumo que o ' actevidade' com 'e' tenha sido lapso no teu teclar .. não podes ser assim tão básico !!
Estafado este ? Este quê ? Actividade é feminino ... dahhhh ??

Continua a aparecer ... dás um toque de humor aqui ao canto !!

zeza disse...

Tás é com inveja...
Redjan beijo grande, continua com os teus bem inspirados Ideias & Bocados de Tudo...;-)!!

Vitor disse...

Anónimo 2.

Essa patologia tem o nome de diarreia mental, mas como os frequentadores do blog,que é o meu caso, e com muito o gosto o faço, e o proprietário do espaço, não são veterinários,o melhor é ires catar macacos…pode ser que te passe!

Anônimo disse...

A carneirada continua a seguir o pastor, cheira-me a que dormem na mesma cama.

Anônimo disse...

…E já agora quando o fizerem avisem, que eu também gosto de molhadas.

Seus tontos!!!

redjan disse...

anónimo: pelos vistos é-te dificil manter a graça ... desceste rápido ao teu nivelzito de interesse nenhum ...

...podes assinar os comments, ninguém te faz mal pequena coisa !

... se continuares assim atrás da pedra assustado, as pessoas perdem a vontade de te dar uma esmola em palavras !!

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
redjan disse...

Normalmente deixo os comments online ... excepto quando a pobreza mental do mesmo e do autor sujam este canto ....

anónima ... se num esforço sobrehumano conseguires voltar ao nível minimo de interesse .... toma um café e vai falando...

Um dia deves perder esse medo de criança de te esconderes atrás de nome nenhum ... e largares a mão da mamã...

Anônimo disse...

De quando em vez dou aqui um salto, e é sempre com admiração que leio ,ora os seus poemas, ou uma critica social, raramente comento aqui ou em outro blogue qualquer por uma questão de principio, mas hoje ao passar, e depois de ficar mais uma vez fascinada com a sua “manhã de pássaro”,não podia ficar indiferente a tamanha atrocidade de comentário feito por um qualquer anónimo…que de poemas nada percebe, de critica social muito menos, e pelos vistos sofre de um sindroma desconhecido…eu diria de estupidez.
Diz-me a experiência de vida, que quando falam de nós, certamente gostariam de ter algum protagonismo, mas como não o conseguem de uma maneira positiva enveredam por estas estúpidas observações selvagens.

À muita gente a gostar de si…siga em frente!

Raquel Patrício.

redjan disse...

raquel: obrigado ... mesmo !!!

NicasS-outras coisas mais... disse...

Adoro o meu pai…adoro os amigos do meu pai…porque confio nas sua escolhas…é um coração de ouro…fica triste pelos seus amigos…e hoje ao chegar a casa, fiquei incrédula, pelo que me foi mostrado no teu (desculpa o tratar por tu…mas é assim que o senhor meu pai “Vítor”te trata) blogue, mas neste mundo não há só “manhã se pássaro”…as aberrações também fazem parte dele, Deus criou o Mundo à sua imagem, mas não teve tempo para todos…e alguns fizeram-se monstros, entre eles o Sr. Anónimo 2.
Passa por cima, pois pelo que me é dado conhecer da tua pessoa, voas, e muito alto enquanto alguns nem sequer conseguem bater asa.

Beijinho.

Ana Santos Perú

redjan disse...

.. e se deixássemos o anónimo reduzido e sossegado no seu cantinho pequeno ?

Anônimo disse...

Desculpa lá mas tenho q comentar,sei q estou a dar importância a uma "coisa" q n merece
tal,mas Dasssss...anónimo 2 sabes qual é o teu mal é n teres cama,um conselho tira um curso de pastor,talvez consigas satisfazer o que te falta!!!e mais... és um TRISTE.
cris