sábado, 13 de março de 2010

velho

Temo-te senso
Pouco
Vazio

Fitei um velho
Corpo


A deus pedi
Alma d'ele
Em pó

Que a Ele volta
D'Ele veio
D'Ele é

Não queiras
Perdão
Não temas
Solidão
Em um velho
Corpo

Um comentário:

alfa disse...

Redjan parabéns. Gostei muito.

bjs