quinta-feira, 2 de agosto de 2007

cantando !

Juntai então pessoas, em si crentes e estruturadas, em si confiantes e sábias ! Juntai vinte pelo menos, quantas mais melhor, cem é bom, mil nem falar então, todos serão benvindos ! E dai-lhes música, não da ficticia e usada para vender elásticos e banha, da cobra ou do porco, mas música mesmo! Daquela real e com acordes, daquela que cantada em unissono descobre almas, as mortas até ! E vereis com espanto a metamorfose, do fraco para o forte , do ateu para o fiel servo, do perdido para o achado!
E loas serão tecidas, hossanas cantadas, espiritos unidos numa comunhão eterna ! E vivam para sempre os eleitos ora venerados ... dou o lugar, o meu tempo e vida, a minha lágrima, o meu amor e luta sem trégua ! Dou-te ó música que me invades e conquistas, a mim e a tanto fraterno ser que me acompanha , dou-te o eu e o ser meu!
Não cuido porém do que falas, pouco mais ligo ao que me dás e pedes! Seduzes-me nesta orgia comunal, a tua música é a minha catarse coletiva, tudo me perdoa e me faz esquecer!
Sózinho e nos meus silêncios volto à vida ! E agora meu Deus ?

2 comentários:

kitty kat disse...

Agora?....agora é seguir em frente!
BJ

redjanpais disse...

Sempre foi Kitty ... I guess !

Jan