terça-feira, 22 de janeiro de 2008

deus, num mar marginal ...



Meio da tarde, conduzo pela sempiterna Marginal, coisa com que não nasci e onde não me criei, coisa que entrou assim como um acaso, coisa e trajecto que algo agarrou em mim, seu fez e abraçou. Na Marginal pois, me acontecem coisas que apenas por lá parecem ganhar sua amplitude e profunda essência. Janela aberta, olho à esquerda e perco o olhar em infindas brincadeiras de côr , rebenta a vida num estrondo sensual, traz a maresia sua inimitável receita de cheiros a limo e rocha, iodo vivo e misturado em mágicas mãos cheias de ondas e espumas, entra em cara minha um vento quente de sol apenas meu, toca-me como mão de mãe, beija-me com lábios de amante impossivel, flui o trânsito sem mim, parece pois que sei planar, companhia de gaivota que asas abre em liberdade sempre sonhada, seu grito sem fim voa e ecoa, e pega-me e leva-me naquela paisagem de pura vida, naquele pedaço de gigantes mundos, absorvo o momento que nunca em si desisto, diáriamente descubro em desejos de pessoa unica e pequena. Orgia de sensações sem fim, janela aberta e fechada em segundos de truque divino, olho o céu, por lá dançam riscos e mapas de nuvens que um dia agarrei, o mesmo céu onde sei agora existir e morar um deus de quem sempre desconfiei, sei agora que existes sim, esta explosiva mistura de coisas assim não é obra do bicho homem, falho apenas teu nome, fujo apenas de receitas de orações para este beijo te devolver, sei, porque sei, que tal fraqueza me perdoas, em teu mundo sem escuridões que não a das noites sem lua. Sei que um dia por lá te entenderei.
Faço pisca à direita e saio em direcção a casa. Dia vivido, certeza de que ao adormecer estaremos lá, deuses e mares, marginais e pessoas sós ...

Na pelicula, o momento em que saio, o momento em que, confesso, me apetece parar e ficar !!

15 comentários:

KI disse...

E é assim q sinto a marginal e hoje foi mais Skywalker...

Um beijo :)

Sofia disse...

também me sinto quase sempre marginal... (",)

Vitor disse...

...Por lá passo vezes sem conta,e sonho acordado,olhando o mar sem fim.
que não é obra de bicho homem,acredito;
mas menos acredito no deus que sempre desconfiaste.
Pois,quando o pisca é feito na direcção de casa perçebo,ou só há um deus,ou não há nenhum,e o que encontro depois? oh Deus; que não o meu!

Lourenço Marques? disse...

Pois é verdade, a marginal tem um encanto que não lembra! Até nos dias chuvosos e semi-tristes, é bom passar por lá.

Só uma pergunta, fizeste pisca e aplicaste a luva por dentro? LOL

Abraço,

ze ceitil disse...

Amigo, quem tem margens de vida grandes como as tuas, corre o risco de nem sempre ver o que o coraçao quer. Este teclado nao tem til mas tem abraços meus.

Carlos Lopes disse...

A Marginal é um local mágico. Também "moro" lá. Um abraço.

Anônimo disse...

"Todas as maravilhas do mundo estão dentro de nós,no entanto,nós continuamos determinados a procurá-las no exterior"
cris

Anônimo disse...

"Nós somos feitos de tal forma que conseguimos tirar um intenso prazer de um contraste e muito pouco de um estado de coisas."
(Sigmund Freud)
cris ;)

Mónica disse...

O Norte entrou pela barra
Neva sobre a Marginal
quem me dera que mar fosse
o mar é muito mais doce
e não fere o coração

O Norte foi como veio
sem avisar, sem um gesto
sem um grito ou manifesto
sem dizer se isso lhe dói

Leva para outras paragens
O resultado dos ventos
leva também as imagens
dispersas de lamentos.
Mas deixa as dos bons momentos
para voltar.
(Luís Represas)
Sempriterna marginal!
Bela palavra!
Beijinho

Mónica disse...

sempiterna lololo
(é parecido!)
;)
oto beijo

Cati disse...

Marginal na marginal... eu sou marginal numa terra sem marginal... gostava de ver essa marginal e e senti-la assim.

Um beijo.

ARTUR GUILHERME CARVALHO disse...

Sendo um com o mar, ou um com o Cosmos, pouco interessa se o outro existe ou não. Mesmo que por curto tempo, deuses somos nós. Só é pena não nos sentirmos assim mais vezes. Abraço amigo
Artur

Maria Manuela (M&M) disse...

"Deus ao mar o perigo e abismo deu
mas nele é que espelhou o céu"


Bjo

gata disse...

Ficar, de olhos postos no horizonte, onde o sol alaranjado, se mostra e se esconde, desvendando segredos de um dia incabado entre raios mortiços e um mar acordado. Ficar, entre luzes e esperanças, entre o renovar eterno de vidas e esperanças, ficar, apenas ficando onde a alma se apraz, quando tudo se conjuga em harmonia e paz, e a própria vida, dela mesma se compraz.



Nunca mais arranjava tempo para comentar isto!
Red Cat Kiss

Dora disse...

Das tuas palavras saiu a perfeita descrição do que sinto nas manhãs em que a marginal é a minha primeira respiração do dia.