quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

asas, ar e faltas de concentração !!


Saio do Wild Bean Café, ou seja onde habitualmente me sentava aviado de bica, A Bola e cigarro, percorro a zona de abastecimento e pouso o jornal numa improvisada mesa de betão, adaptação de ultima hora que fiz a recipiente recolhedor de lixos do local, abro o jornal, acendo um cigarro e inspiro uma baforada com aquele tesão que se concede ao primeiro da manhã ( nos primeiros/as há pelos vistos um tesãozinho extra !! ). A poucos metros, sentada no banco do condutor, uma potencial utilizadora do ar/água service embrenha-se naquilo que me parece ser o livrinho de instruções da viatura. Chama-me a atenção um inusitado peito, digamos um verdadeiro par de seios, de mamas vá lá, que parece querer libertar-se das grilhetas de uma t'shirt castradora e voar céu afora. Lidas as gordas da 1ª página, onde deslindo se vem a caminho novo craque para o Glorioso, teima a concentração nas letras em fugir, levando-me o olhar a constantes aterragens em macio e convidativo parzorro. Eis senão quando, certamente lidas e entendidas as sinuosas instruções de como pôr ar nos pneus, sai a condutora a fim de iniciar a acção, acocorando-se de costas para a minha improvisada esplanada, posição que protegia de cobiças o generoso decote mas que em contrapartida, coisa de belzebu, alindava o cenário com a visão de uma asa delta, cujo propósito de recolher em privado intimidades de roupas interiores chocava com o resultado de exibir ao ar livre aquele pedaço de tecido que deveria aconchegar partes privadas, dando azo a uma libido que há muito deixara para trás qualquer interesse em novas ou mandados sobre contratações ou offsides! Goradas as tentativas de ultrapassar a página primeira, quedava-me entre umas passas no Marlboro e goles na bica, a fim de reduzir a bandeira de me especar de olho à banda em caminhos de atesoadas viagens de asa delta e ou não só. Quis o destino que a operação de enchimento dos pneumáticos durasse o tempo que daria noutras circunstâncias para mudar ... as quatro rodas, lá se foi a ânsia de novas desportivas, concentração feita em cacos e retalhos, ele era o peito na bola, a bola no peito, as letras que teimavam em escapar aos olhos de atenção pouca, até que... até que se dá o momento da tarefa de reposição de ares concluida, entra e acomoda-se a usuária seguinte, respeitável senhora dos seus cento e muitos quilos, especimen de desejada divisão em duas ou três a roçar os cânones normais, que ainda assim não podia fugir à acocorada posição de abastecimento, desta feita não havia vislumbre de asas nem qualquer outra relação com aviões, a coisa era mais ao nível dos cetáceos, o esforço da tarefa era acompanhado por esgares de atormentar qualquer um, a concentração voltara em peso, nem os semi grunhidos a interompiam ou inflenciavam, voltei os olhos para a página reservada ao meu Benfas, olhei os céus e agradeci, finalmente o Makukula assinou, podia ter sabido cinco minutos mais cedo, a agonia terminava logo, mas quis o divino que ao fim desta outra abrisse caminho, agonia de olhares comilões de peitos oprimidos, asas tipo fio dental a gerarem confabulações que não se coadunam com actualidades do pontapé na bola. Acabei o cigarrito que nem me lembro de em devida concentração ter fumado, atirei a acabada e sorvida bica em copo de plástico no lixo, entrei no carro e lancei um ultimo olhar à paisagem Micheliniana que se contorcia em ' ajoelhares ' para dar aos pneus o ar que com ela em cima por certo tanto precisavam.

10 comentários:

Carlos Lopes disse...

Olha que é preciso algo de muito "proveitoso" para nos desviar as vistas das páginas sobre o Glorioso. Dava um belo "reforço", portanto...

redjan disse...

indeed Carlos, indeed !!

vitor disse...

Em Tempos fui "Toureiro",mas à tempos que a jaqueta despi,pois às "novas" tornei-me invisivel e,às "velhas" não tenho paciência.
Mas esse teu "artigo",lembra-ma uns tempos atràs,no Bar do Zé (Vary Naice)em que crivava tudo com os olhos à minha volta,não escapando invariavelmente a um comentário do Sô Zé:

"ò Seu Vitro voçê não deixa escapar nada"

Um abraço e,bons "olhos" te vejam.

X & Y disse...

Grande hino à beleza desconcertante e desconcentradora do feminino par...

Maria Manuela (M&M) disse...

É por estas e outras que há por aí más famas... (embora o texto seja estupendo)

bj

Carlos Lopes disse...

Deixo aqui o endereço de um blog de alunos meus com trabalhos para a minha disciplina. Vão ser mais de 100. Vejam, comentem e digam-lhes o que acham das pequenas "Histórias Com Imagens Dentro".

http://www.imagenscomhistoriasdentro.blogspot.com/

The Wolf disse...

Já tinha saudades do café destas bandas...

Superb, as always

ARTUR GUILHERME CARVALHO disse...

Tava a ver que não abria a leitaria da Bp...
ARTUR

Daniela disse...

Fogo!!!! TA-RA-DO! eeheheh

Saudades de passar aqui... e ler coisas bem escritas, e bem descritas... Beijos grandes!

Ana GG disse...

Bons olhos as vejam...;)