quinta-feira, 18 de janeiro de 2007

coragem...

Não faço ideia ao que sabe ou o que se sente, mas nasci dela e com ela aprendi a viver e ser quem sou! Tive o seu colo, o seu cheiro, o seu toque e perfume. Foi a minha vida, acompanhou-me de longe, amou-me sem me prender, amou a vida que me deu, foi feliz com a minha felicidade, triste com a minha tristeza... Acabei por lhe dar outro nome ... chamo-lhe Mãe e só assim vejo o seu significado ! Aprendi a guardá-la dentro de mim, aprendi a ensiná-la a quem por mim veio... sei assim que nunca viverei só... tenho a coragem comigo !

Um comentário: