domingo, 4 de novembro de 2007

post repescado da semana

e a 13 de fevereiro escreveu-se neste canto:

ilusões .....

... e de repente era chegada a altura de olhar, lá bem para onde se chega a ter medo, lá bem para dentro de mim! De inicio era confuso, não parava de reconhecer o sorriso de quem acredita, estranho mais ainda, aqueles são os meus olhos, aquele sorriso nasce dentro de mim, olho o trajeto e reconheço o meu cheiro, o meu modo de caminhar! Pergunto-me onde estou, mas afinal, sou tão eu ali... mas onde estou ? Vejo-me velho, mais velho, e no entanto a mesma inocência no acreditar, cais e levantas-te ... será assim até quando, mas porque teimas em acreditar ?Acordo então de manhã, uma manhã igual à de ontem e às de sempre e encontro a resposta que procuro.... quero ser e estar aqui enquanto houver ilusão, enquanto desejar que sejam elas... as ilusões, a chamar pelo menino que um dia me lembro de olhar a vida e querê-la... e saber tê-la para si .. !!

11 comentários:

Daniela disse...

E que bem repescado! =)

A saber querê-la e a saber tê-la para si... a vida!

Saberemos todos? Ora cá está uma boa questão?

Bom domingo. Com muita vida e muito sol! =)

redjan disse...

tx dani ... e pode ser com chuva ?

Tenho esta anormalidade de lhe reconhecer certo encanto ...

Daniela disse...

Se preferes assim...

Mas só se for daquela chuva que aparece em dias de sol. Que nos molha os pés nas sandálias... Dessa pode ser.

da fria, não. Essa não quero, hoje não.

Helena disse...

por mais quedas e ilusões desfeitas, há sempre um dia...mas só para quem não desiste de acreditar...difícil é só passar as pontes do tempo até lá

redjan disse...

... pontes do tempo ! Mmmmmm. nice point of view heli !

Carlos Lopes disse...

Estás um "poeta em linha recta". Poesia "pelos aceiros da prosa", como dizia o ENORME João Cabral de Melo Neto.

redjan disse...

carlos, the blogger:
Em linha recta seja então, prosas ou arremedos de poesia, mas que se me vão arrumando as palavras, desencaixotando ideias e bocados !!

Sofia disse...

Quanto ao tempo, pode ser a chover e a fazer sol e dar uma chance ao arco-íris?!.. há tempos que não o vejo! ;)

Carlos Lopes disse...

Agora literalmente, redjan: tenho há mais de um ano cerca de 3 mil livros por arrumar, em caixotes. Arrumar palavras é, por vezes, tão mais simples...

redjan disse...

sof: arco seja ... o iris então !

carlos: 3000 ??? Time to open boxes and have books back to life !!

rit disse...

Ilusões que nos mantêm na "ponte" com esperança de chegar ao tal lugar!Diferente para cada um de nós e que teima em não chegar! É por ventura um oásis que unca vamos alcançar...mas continuamos a acreditar...e que nem tolos continuamos a andar!