segunda-feira, 5 de novembro de 2007

... que triste não estou !!!

Bipbip... Bipbip ... e não chega ao terceiro, já o desliguei e me sentei na cama, estore elétrico a dar passagem à entrada da luz, pouca ou muita mas coisa nova naquele momento do quarto, dentes a lavar, cara feliz no espelho, meio litro de leite a aquecer, passagem no quarto da criançada ... ' levantar meninos ... escola à espera ' ... pequeno almoço a três, torradas, papas e copo de água, pasme-se, farda de um, roupa balda de outro, carrinha da escola, carro do pai, marginal com passagem em posto da BP para as eternas bica e bola, essa mesmo, ' A Bola ', cigarro escondido e às pressas, paisagem de mar e sonho, miudos na escola, vida à espera, mais café talvez, vida à espera, dia bom para viver, amigos que ligam, amigos que falam, dia a dia desembrulhado, e isto e aquilo para sentir entrar, projetos mil a dar vazão, almoço de mar em frente, de rio ao lado, combinado nº 8 com prato em cima do jornal, e os miudos que voltam, com tpc's e banhos a pedir paterna supervisão, bonecada e msn's pedinchadas com olhos de cãozinho triste, leituras a meio da tarde em varandas com restos de sol, e mais quem liga e fala, trocas de vida e saberes, vozes que entram e ocupam seus lugares, ideias que começam e acabam, dão espaço e mote a momentos de abraços ao longe, jantar na mesa, gelado à espera, dentes lavados e pijamas postos, mais cinco minutos pai, posso adormecer na tua cama ? ... e conversas de gente e vida com filho teenager do meu coração, e a história papá, não te esqueças, a luz da casa de banho acesa e a porta aberta, mãe que liga e saudades mata, pai que nunca esquece o nome inventado de há quarenta anos atrás, e o sossego do guerreiro, tempo de ler e blogar, de zapping's repetidos na desesperança de encontrar o tesouro que prenda um serão, o sono bom que invade o corpo, repetição do movimento de escovas dentifricas, a entrada na cama, o balanço do dia em que me senti parte da coisa, das coisas, de mim e de outros corredores destes dias em que fazemos da vida aquilo que sabemos e sentimos que merece os nossos bocados! Na mente passa-me o passado, senta-se o dia que corre, imagina-se o amanhã, onde estarei, onde espero estar, onde quero pertencer e fazer parte de muitos bocados imaginados noutras cabeças que descansam também .....

Li, respirei, vivi, fumei ( opsssss!! ), cafézei, entrei, saí, pus e tirei. Bloguei um pouco também ... daquelas palavras que se enrodilham em coisas vividas, não vividas, felizes , tristes ou magoadas em mundos que um dia aprendi a ver! De longe. De perto. De muitos minutos de mim ! Blogo assim .... não cuidem que triste estou !!!

12 comentários:

Cati disse...

No meio de tudo isso faltou aí alguma coisa, aquela coisa sem a qual não vive homem algum, mulher alguma, com ou sem filhos, solteiro, casado ou descasado...

If you know what I mean... (",)

Estou a meter-me contigo! Sorry!

Um texto à Saramago - pontuação pra quê?!? LOL

Beijocas

redjan disse...

Geeeeeeee ... esqueci-me de ..... oh man ( como dizem agora todos os putos da escola do meu mai'novo !! )..

Brigadinho pelo reparo Cati .. ;-)

Lourenço Marques? disse...

E há coisa melhor que andar feliz da vida?

Dá-lhe gás!

Helena disse...

que se passou? escrevi comentário e não apareceu... reescrevo. Eu e as máquinas...é um pesadelo.

E assim vai o existir (ou será o viver) do pequeno grande mundo de cada um de nós. Glad you're not sad!

Cati disse...

LOL
Não era bem um reparo... era uma pequena provocação!
Hihihihihihi...

Daniela disse...

Não cuido nada... Triste ou feliz, é bom que estejas por cá!

A agitação de quem bebe a vida num trago mas saboreia cada casta que a compões.

Gostei muito deste post. Como tantos outros que se encontram por cá, tem muito de real e, contudo, de tão peculiar...

redjan disse...

danielle: ;-) .... mais café e/ou cigarros ? Há chocolate também !!!

ARTUR GUILHERME CARVALHO disse...

E cá vamos...andando...no carro do Armando. Boa crónica urbana. Coragem de despir a intimidade num texto aberto para o mundo. Good.
ARTUR

ze ceitil disse...

Eu também escrevi que é por fazeres posts destes de alma ao léu, que tens tantos amigos e gente a gostar de ti. Mas não foi publicado! Vai ser agora.

redjan disse...

art: urbanismos & tirares de roupa !

zé: geeeeee, digo o quê ?

JPN disse...

janjan, muito boa postada. e boa via a que levamos não é? ver os putos a crescerem, crescermos com eles...sentirmos a vida...fixe...abraço, marsápio

JPN disse...

eu queria dizer, "vida".