sexta-feira, 29 de junho de 2007

mãos ......

Mãos estendidas
Que não pedem
Apenas olham e mostram
Que um dia foram também
De um alguém que na vida
Um lugar julgou ter

Mãos abertas
E sujas e gastas
De seres que pessoas parecem
Mas que o não são
Porque assim não querem
As mãos que as não recebem

E as mãos
Abandonadas
Sem apertos ou carinhos
Sem acertos nos caminhos
Paradas
As mãos

Fingem não ver
Não acreditar
Que as vê ninguém
As quer ninguém
E de alguém são
De quem está ou quem passa

E a dor acariciam
E sentem então
E apertam-se e descobrem
O caminho de ninguém
A terra da solidão
Que nunca sonharam viver

Um comentário:

Beach Hobo disse...

Live hands
Precious hands
Always up
They work
They sense and feel
And express our feelings
They give love,
Comfort
Wave goodbye
Blow kisses
Loving kisses
Hands don't lie
They tell who we are
They won't stop
There are times when
We put them in the air
And wave them around
Like we just don't care
My baby’s hands
Even if they're tired
Or sad
I love them
They're everything to me
I'd never forget them
And some of us won't ever
Put them down
For as long as we live!

G.