terça-feira, 16 de outubro de 2007

lost highway !!

Vazia a noite, o dia também
Secreto momento perdido
E como nos prometeram
Tanto mundo, tanta gente
Caminhos de pouco mistério
Saídas para lado algum

E corremos, tanto corremos
De que fugiamos então ?
Proibidas as vozes , o vento
De sonhos de asa gigante
Sei o momento, o dia e hora
Em que imaginaste fugir

Em que soube ver-te morrer
Sem um adeus para guardar
Mundo de erro e engano
Que te abraçou e levou
Parado ficou e guardado
O ultimo passo que deste

Numa vida sem vida
Que pisaste com desdém
Num assombro de velho rei
Numa autoestrada perdida
Com saídas de falsa magia
Onde nunca te encontrarei

2 comentários:

Sofia disse...

Triste partida essa.... mais uma nas nossas vidas! Partir é sempre um imperativo - raras vezes podemos ficar!
Belo poema para uma "lost highway"

redjan disse...

tx sof ....